fbpx

O que as instituições de ensino podem aprender com o Flamengo? - Parte 3

Investimento em diversos setores fora do futebol

Além do altíssimo investimento na equipe de futebol profissional, o Clube de Regatas do Flamengo retomou um alto investimento em seu programa de esportes olímpicos que atende esportes de ampla atenção nacional como remo, vôlei, judô, basquete e ginástica olímpica. Naturalmente, o sucesso das ações no futebol, originadas em uma política financeira estável e no desenvolvimento de contratos com alta valorização dos atletas, motivou esportistas de outras áreas a optar pelo clube, visando uma maior segurança financeira e condições apropriadas de trabalho.

Além disso, o Flamengo apostou em formas de se comunicar e atrair as novas gerações de torcedores e atletas, apostando nos e-sports, principalmente na febre mundial LOL (League of Legends). A equipe rubro-negra alcançou a vaga no campeonato mundial e foi responsável pelas maiores audiências nas partidas transmitidas virtualmente. É claro que essa ação não só visa uma maior participação no cenário dos esportes digitais, mas também uma forte aproximação e interação com um público mais jovem.

O que podemos aprender com isso?

Claro que temos a intenção que nossa instituição tenha destaque acadêmico e se torne uma referência na região, o que não quer dizer que ela não possa também ser reconhecida por outros feitos. O investimento em jovens atletas e alunos de alto rendimento através de bolsas de estudos, criação de campanhas de ações sociais que deem visibilidade aos alunos participantes, criação de concursos com viés crítico e artístico com prêmios para os vencedores podem ser formas de atrair alunos que ainda não fazem parte da instituição, mas que tem vocação ou simplesmente interesse nesses pontos.

Já na área digital, promover cursos extracurriculares sobre produção de vídeos e conteúdos virtuais pode ser uma forma de se conectar ao universo dos alunos e deixá-los, naturalmente, mais engajados com a própria dinâmica do dia-a-dia da escola. Além disso, o viés esportivo também pode se transformar em um imã para jovens talentos ou aficionados que podem, ao longo das sessões de treinamento e partidas, aprender mais sobre o senso de coletividade e parceria, tudo dentro da própria escola.

Isso pode ser uma forma também de ressignificar os espaços escolares transformando bibliotecas em palcos de sarais e salas de informática, ociosas no período da tarde, em novos points de diversão dos seus próprios alunos, lembrando sempre de transmitir tudo para que as outras pessoas possam ver.

Copyright 2020 © Fatorial Cursos. Todos os direitos reservados